POSTER 16 – MULHER OU HOMEM: QUEM MAIS BENEFICIA, EM TERMOS DE PERFIL LIPÍDICO, AO LONGO DA CONSULTA DE RISCO CEREBROVASCULAR?

Luís Graça Santos(1);Luís Carvalho(1);Fernando Montenegro Sá(1);Catarina Ruivo(1);Sidarth Pernencar(1);Behnam Moradi(1);Renato Saraiva(1);João Morais(1)
(1) Centro Hospitalar de Leiria

INTRODUÇÃO:
Tão importante como encontrar e tratar a causa específica de um evento vascular cerebral é aferir, acompanhar e tratar os factores de risco cerebrovascular que podem contribuir e/ou agravar o mesmo, tendo o perfil lipídico particular destaque.

OBJETIVOS:
Analisar comparativamente o controlo do perfil lipídico, entre género, ao longo da Consulta de Risco Cerebrovascular (CRCV).

MÉTODOS:
Realizou-se um estudo retrospectivo que incluiu os doentes que compareceram à CRCV de 1 de Janeiro a 27 de Maio de 2016. Este grupo foi dividido em dois subgrupos (feminino ou masculino) e, posteriormente, comparados quanto à evolução dos valores médios de colesterol-LDL, -HDL, e triglicerídeos da primeira à última consulta a que compareceram.

RESULTADOS:
Globalmente, obteve-se diminuição do colesterol-LDL e dos triglicerídeos em ambos os subgrupos. A diminuição destes dois parêmetros foi superior no grupo do sexo feminino. Os valores de colesterol-HDL não se alteraram substancialmente.

CONCLUSÃO:
A terapêutica farmacológica e não farmacológica da dislipidemia revelou ser eficaz, segura e bem tolerada no grupo de doentes com doença cerebrovascular, independentemente do género. O sexo feminino foi o que mais beneficiou destas medidas ao longo do seguimento em CRCV. Ficou também patente a dificuldade, amplamente reconhecida, na modificação do HDL nestes doentes.

para fazer download do poster clique aqui

Login

Lembrar


Criar novo registo

Lost Password

NOVO REGISTO

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!