POSTER 15 – A INSUFICIÊNCIA CARDÍACA ANTES DAS NOVAS GUIDELINES – O QUE ESPERAR DE UM SEGUIMENTO DIFERENCIADO

Catarina Ruivo(1);Fernando Montenegro Sá(1);Luís Graça Santos(1);Joana Correia(1);João Morais(1)
(1) Centro Hospitalar de Leiria

INTRODUÇÃO E OBJETIVOS:
Os doentes com insuficiência cardíaca (IC) com fração de ejeção reduzida apresentam elevada mortalidade. Na última década, importantes progressos têm sido feitos na abordagem terapêutica. Pretende-se com esta análise caracterizar os doentes de uma consulta de IC avançada procurando variáveis independentes de risco de morte.

MÉTODOS:
Análise retrospectiva de 130 doentes com IC avançada, clinicamente estáveis. Foram colhidos e analisados dados clínicos, laboratoriais e respectivas abordagens terapêuticas. Um modelo de regressão logística foi aplicado para encontrar preditores de mortalidade

RESULTADOS:
130 Doentes, com média de idades de 65,9 ± 14,8 anos foram seguidos durante 42 ± 7,7 meses. Os 16 doentes (12,3%) que faleceram eram mais idosos, apresentavam maior prevalência de diabetes, dislipidemia e hipertensão, maiores taxas de revascularização miocárdica e mais admissões ao serviço de urgência. Não houve diferenças estatisticamente significativas no tipo de abordagem terapêutica, considerando quer tratamento médico quer dispositivos implantados

CONCLUSÃO:
Apesar de um perfil clínico agravado, responsável por um prognóstico sombrio, o seguimento diferenciado destes doentes permite alcançar baixas taxas de mortalidade.

para fazer download do poster clique aqui

Login

Lembrar


Criar novo registo

Lost Password

NOVO REGISTO